"Ninguém é inocente em conflito na Síria"

Por Fernando Taquari | De São Paulo

Sociólogo, advogado, cientista político e diplomata, Paulo Sérgio Pinheiro tem no currículo uma trajetória de contribuições pela Organização das Nações Unidas (ONU) em regiões de conflito pelo mundo. Desde 2011, na condição de comissário que investiga violações de direitos humanos na Síria, está encarregado de preparar relatórios sobre a situação local, cuja guerra civil completará sete anos no primeiro semestre de 2018. E nada, em sua opinião, aponta para a possibilidade de uma paz completa até lá. "Não há e nem vai haver solução fácil".