Caminhos tortuosos da paz

Por Rodrigo Pedroso | Para o Valor, de Medellín

O líder das Farc, Rodrigo Londoño, teve um momento de choque durante o discurso de comemoração da assinatura do acordo de paz com o governo colombiano, em setembro do ano passado. Quando pedia perdão às vítimas da guerra, um caça Kfir da Força Aérea Colombiana deu um rasante sobre a cerimônia em Cartagena, emudecendo os microfones e os presentes. A expressão de susto do guerrilheiro ao ver a manobra do avião militar virou meme. Silenciado o ruído, o público começou a aplaudir a cena para quebrar a tensão. Londoño, também chamado de Timochenko, brincou em seguida: "Pelo menos o avião não veio jogar bombas".