A hora e a vez de Portugal

Por Jorge Lucki | Para o Valor

Devagar, devagarzinho e parado, brinca-se em Portugal, são as três velocidades do Alentejo. A história vitoriosa dos vinhos alentejanos e a fama de vagarosos que seus habitantes possuem, contudo, faz lembrar a conhecida fábula do coelho e da tartaruga. Em pouco mais de dez anos, a região não só conquistou uma posição de destaque no panorama vinícola de Portugal como sacudiu as outras regiões do país, que, tal qual o coelho da fábula, tinham mais prestigio, saíram na frente e adormeceram no meio do caminho. Começaria aí uma nova era para os vinhos portugueses.