Risco é que escolha envolva critérios tendenciosos

Por Adriana Fonseca | De São Paulo

O diretor executivo da consultoria de recrutamento Korn Ferry Futurestep, Gustavo Parise acredita que incluir os pares no processo de seleção de futuros funcionários pode enriquecer o recrutamento, pois os profissionais entendem o que a equipe precisa. "Eles trazem um grande valor porque sabem as 'skills' que estão faltando", diz. Mas ele vê com ressalvas a inclusão de liderados no processo de escolha de futuros chefes.