Acordo de Tonon e Raízen depende de pré-condições

Por Camila Souza Ramos e Fernando Lopes | De São Paulo

Os credores da Tonon, que está em recuperação judicial, aceitaram na sexta-feira a proposta de aquisição de duas usinas da empresa, por R$ 823 milhões, feita pela Raízen Energia. As unidades estão em Bocaina e Brotas, em São Paulo. Os credores querem, no entanto, que pré-condições impostas pela Raízen para a conclusão do negócio sejam deixadas de lado. A Raízen tem 21 dias para responder se aceita ou não.